Desafios geopolíticos: possíveis caminhos para o aumento de densidade do regionalismo em perspectiva comparada

AutorBruno Mattos Cardoso de Souza
Páginas47-67
Resumo
O presente artigo tem como ponto de partida os indícios de uma nova geopolí-
tica que afeta de forma assimétrica, porém consistente, diversos projetos de in-
tegração, dando possibilidade de revisitar os preceitos fundamentais do Direito
Internacional em matéria ambiental e do regionalismo em particular, enquanto
integração econômica e social. O argumento de fundo é que, não obstante as
mudanças conjunturais, há uma continuidade, e não uma ruptura na validade
das iniciativas regionais. Nesse sentido, o artigo se estrutura em três capítulos:
no primeiro, se propõe um levantamento conjuntural das relações políticas in-
ternacionais no que afeta ao objeto do trabalho; o segundo, apresenta, de for-
ma não exaustiva, algumas das principais iniciativas de integração regional da
contemporaneidade; o terceiro e último capítulo do estudo, apresenta e analisa
as primeiras respostas dos sistemas regionais de integração diante dos indícios
de um reposicionamento da ordem global. Para comprovar o argumento, é
feito um convite à incursão aos recentes anúncios advindos dos movimentos
asiáticos de cooperação e desenvolvimento econômico, aos primeiros movi-
mentos de reposicionamento do Mercosul diante de sua agenda programática,
às respostas da União Europeia diante da nova realidade da economia política
internacional e suas repercussões, além de breves comentários a respeito de
como outras iniciativas regionais têm se posicionado diante dos novos desaos
após a crise de 2007/2008, a queda da demanda internacional e as mudan-
ças políticas dos anos recentes. Tais análises não esgotam as pretensões deste
estudo; arma-se que é plausível demonstrar que as mutações geopolíticas,
como a que se observa com a retomada de projetos nacionalistas, tendem a
reforçar, e não a enfraquecer, os projetos de integração regional, fazendo deste
um objeto de análise constante.
Palavras-chave
Regionalismo aberto. Nova rota da seda. Mercosul. União Europeia. Nacionalismo.
DESAFIOS GEOPOLÍTICOS: POSSÍVEIS CAMINHOS PARA
O AUMENTO DE DENSIDADE DO REGIONALISMO EM
PERSPECTIVA COMPARADA
Bruno MAttos CArdoso de souZA1
48 REVISTA DO PROGRAMA DE DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA
Abstract
The present article has as its starting point the indications of a new geopolitics
that affects asymmetrically but consistently several integration projects. This
raises the possibility to revisit the fundamental tenets of international law in
environmental matters and those of regionalism as economic and social inte-
gration. The basic argument is that, despite the conjectural changes, there is a
continuity, not a rupture, in the validity of the regional initiatives. In this sense
the article is structured in three chapters: the rst one proposes a conjectural
survey of international political relations in what affects the object of work; the
second chapter briey presents some of the main regional integration initiati-
ves of contemporary times; the third and nal chapter of the study presents and
analyzes regional integration systems’ rst responses in the face of the signs
of a repositioning global order. To substantiate the argument, an invitation is
made towards an incursion into recent announcements from the Asian coope-
ration and economic development movements, the rst Mercosul repositioning
movements in face of its programmatic agenda, the Europe. Union’s responses
to the new reality of the international political economy and its repercussions,
as well as brief comments on how other regional initiatives have positioned the-
mselves in face of the new challenges subsequent to the 2007/08 crisis, the de-
crease in international demand and the political changes of recent years. Such
analyzes do not exhaust the aims of this study. It is plausible to demonstrate
that geopolitical mutations, such as the ones observed with the resumption of
nationalist projects, tend to reinforce, rather than weaken, regional integration
projects, making it an object of constant investigation.
Keywords
Open regionalism. One Belt, One Road. Mercosul. European Union. Nationalism.
Introdução
O propósito deste artigo é analisar a adaptabilidade dos processos de inte-
gração regional diante dos principais fenômenos que exsurgem da realidade
global nos últimos dez anos. Se por um lado é certo que o tema é vastíssimo e
traria debates muito amplos sobre o objeto, considerando a dinamização téc-
nica, cientíca e informacional global, com cada vez mais agentes participantes
da ordem política internacional, por outro lado, entende-se fundamental traçar
algumas considerações sobre as substanciais alterações na geopolítica mundial
na última década. A partir desta análise, pode-se concluir pela pertinência dos
modelos de integração regional criados no século XX, pelas suas capacidades
de adaptação e permanência em um contexto de severa crise econômica que
não cessa.

To continue reading

Request your trial